sexta-feira, 6 de junho de 2008

Rapidinhas Catraieiras

Laing, !!! e Hot Chip: dadaístas visuais e sonoros.

Pop!
Fomos longe, mas é que vale a pena. A bola da vez por aqui é o site com as novas obras do artista anglo-americano Gerald Laing. O gringo tem uma forte influência da Pop Art, vertente subversiva eternizada por nomes como Andy Warhol e Roy Fox Lichtenstein, mas com trabalhos de cores vibrantes e experimentalismo gráfico bem contemporâneos - ele adora retícula e pixels. Como diria um amigo meu: é tudo dadaísta! Dica da nossa colaboradora Thalyta França, que adora!

+

Do it, do it, do it, do it, do it now!
Aproveitando a deixa da galera da UFAC (com seu primeiro festival de música eletrônica) vão aqui algumas dicas de uns artistas que andam subvertendo as coisas, rasgando rótulos e cuspindo na cara de gente careta e covarde. É bom dar uma conferida no hype meio nerd que o quinteto londrino Hot Chip deixa registrado em seu Myspace - de começo fique com Ready For The Floor, depois passe adiante. Na sequência fique com !!! (Chk, Chk, Chk), um septeto que tem nome esquisito e som idem - vá de Must Be The Moon. No Brasil você pode brincar de ouvir o The Twelves, do Rio. Como diria um outro amigo meu: mais independente que o povo do eletrônico, só se for marciano.

+

Bandas Novas Nem Tão Novas
Voltando ao dedilhar de cordas, batucar de bumbos e resfelar de vozes, quarta-feira passada, o programa Fora do Eixo, da Rádio Aldeia, apresentou em seu set duas bandas que merecem um reforço. A primeira delas vem de Campinas e tem o sugestivo nome de Oito Mãos. Eles afirmam ter influências de Los Hermanos e Travis. Eu acho que tem Renato Teixeira ali. Vale ouvir! A segunda banda é Abril, de Porto Alegre, que é uma daquelas que você ouve e nem se lembra do rótulo babaquara de Rock Gaúcho. O programa Fora do Eixo vai ar toda semana, às quartas, a partir das 22h com o garimpo da música independente feita no Brasil e América Latina.

+
Não te Achica, Bagual!
Falando em gaúcho (que dizem ser gaúcho mesmo só quando sai do Rio Grande do Sul), já ouviu Rendezvouz? Então clica aqui e saca Mantendo o Chanchado. Tem um quê de groove ou algo parecido. Conheci o Malmann [guitarrista] na gravação de um clipe que ele dirigia lá na Casa de Cultura Mário Quintana, em POA. Disse oi-até-logo e só! Simpático, ele. O site da banda também é.

+

Intercâmbio
O Circuito Fora do Eixo, do qual o Catraia faz parte, organiza o seu primeiro encontro geral na edição 2008 do Festival Calango, em Cuiabá. Caravanas saindo de todos os cantos do Brasil já estão sendo organizadas. No Norte, a galera dos coletivos de Rio Branco, Boa Vista, Porto Velho, Vilhena e Ji-Paraná já estão se articulando para participar. A idéia é juntar todo mundo num ônibus e chegar junto para os debates, workshops e palestras onde serão apontados os próximos passos para o fortalecimento das políticas da cultura independente. Discutir a cena é legal. Fazer ela acontecer é melhor ainda!

+

Vitor e Kaline (da Blush Azul), Kilrio (Nicles) e Diego (Calango Smith):
gente que não só discute, como trabalha pela cena independente.


Pé na Estrada
Como aqui um assunto puxa o outro: falando em Calango e Cuiabá, nossa banda parceira Calango Smith já se prepara para pôr os pés na estrada. Através de articulações entre o Catraia, a banda e outros parceiros, os caras tocam em Cuiabá, no festival da Voluntários da Música - VOLUME. A oportunidade surgiu depois de um convite do coletivo cuiabano e a Calango Smith foi a banda indicada por vários motivos. Um deles é o fato de não ter se apresentado fora do estado. O outro? Trabalho.

+

Poéticos
A Nicles (e sua poesia construtivista que destrói), já tem a master de seu álbum Inútil Discurso Transcendental. O disco sai pelo selo Catraia Records, será prensado na tecnologia SMD, virá com uma revista com conteúdo sobre os caras e é o registro bem talhado das músicas da banda. O projeto de direção de arte e design do álbum sai pelo núcleo Catraia de Idéias. Será que rola um videoclipe? Rola, sim senhor! ;-)

+

Maquilagem e Rock'n'Roll
Blush Azul dá entrevista nesse sábado para o blog e para a Tv Catraia - que tá no forno apurando. A ainda banda das meninas e do menino, agora tem uma nova integrante e duas Irllas - a Narel, vocalista e a fofíssima Irlla Itani que empunha o contrabaixo. Depois da saída de Giselle Lucena, a intenção da banda de encontrar alguém do sexo feminino para preencher o espaço foi cumprida e, segundo consta, a nova baixista dá conta do recado.

+

Políticas Públicas
Segunda-feira próxima, o Catraia participa da retomada da câmara tématica de Produção Cultural do Sistema Municipal de Cultura. Thalyta França, Suplente do Núcleo de Produção e Eventos do Catraia diz que a câmara é uma das que não vingou e que precisa de um posicionamento e participação de quem é ligado em produção cultural. Si'mbora?

12 comentários:

Lucas disse...

o dadaísmo é demais, mas o victor trabalhando que é demais ainda hahaha. abraços victor!

tem algum tempo, no blog que foi feito pra divulgar a mini-turnê da Filomedusa vi um post que falava sobre a realização de um doc dessa mini-turnê, queria saber se vai rolar mesmo?

Handreh disse...

Opa, gostei desse formato de rapidinhas, chama mais atenção pra ler também e contém muita informação, massa! Continuem, para o alto e avante, catraia!
o/

Glauber Jansen disse...

pô, as "rapidinhas" são sempre bem vindas =P
brincadeira a parte... Ficou massa mesmo, gostei... li tudinho e ainda conferi umas coisas massa... eu fico pensando caraca eu não tenho tempo de ficar fuçando banda, vez ou outra que eu encontro alguma legalsinha e na merda ainda... mas é isso aí... TÁ MASSA!!!

Diego "Dito" Mello disse...

Abril! Fuckin' Beeshop's!

Lucas disse...

então, sobre o doc, vai rolar?

Ana Helena disse...

doc, que doc?

Lucas disse...

documentário

Lucas disse...

eu disse no primeiro comentário do que se tratava. deixa queto! se nem você sabe do que se trata e ngm até agora me respondeu, vou falar com o Didiiii (Saulo). Valeu!

Jeronymo Artur disse...

Lucas, grande parte dos vídeos relacionados ao Catraia farão parte da WebTV que estamos desenvolvendo. Logo que estivermos com o material pronto, disponibilizaremos no blog!
Um abraço!

Janu Schwab disse...

O pessoal da Filomedusa foi quem captou o material da mini-turnê! E é um bom material. O resto é o que o Artur disse.

Ana Helena disse...

poise
o que foi feito foi um blog onde a BANDA encreveu durante a mini-turnê
que você pode conferir aqui: http://turnefilomedusa.blogspot.com/
sobre documentário, realmente não sei de nada mesmo, acho uma boa perguntar ao didiii(ihihi), de resto vc já sabe pq os meninos responderam.

Lucas disse...

Ok!