segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

E o Grito Rock Rio Branco 11 como foi?

Respondendo: foi bom demais. Desde já a equipe do Catraia e todas as bandas agradecem pela presença de vocês rockers! Pra frente e avante música independente acreana.

Bem, sobre o primeiro dia 25/02;

A banda Parafal abriu a noite, com seu pop rock carregado de influências setentista e outentista. O meninos que já estão na estrada da música há cinco anos, fizeram um ótimo show e se mostram firmes e fortes no trabalho, pois o CD deles acaba de sair do forno. Pra quem curte o som dos caras e quer ouvir em casa e incentivá-los, é só comprar por apenas R$5,00. O cd pode ser adquirido com os próprios integrantes ou na banquinha do próximo evento do Catraia, mas disso eu falo depois.

Alter-ego deu continuidade a noite. Em sua terceira participação do Grito Rock, a banda que nasceu no ambiente escolar participando de festivais colegiais tocando cover, sentiu a necessidade e ir além e com a força de vontade dos os meninos que dizem ter '' a música à flor da pele'' mandaram ver no rock'n'roll teen de letras inusitadas e com muito bom humor! Pra quem gosta do som, passo em primeira mão que eles estão em processo de gravação e que muito em breve vai rolar mais um CD de música independente no cenário da música, fiquem ligados.

Alter- ego, foto por: Laís Medeiros

Depois o palco deu lugar as distorções do metal da banda Raw Ride. Aliás, a banda fora bastante prestigiada por seus fiéis fãs. Raw ride está composta por músicos experientes que já fizeram parte da formação da ''Dream healer'' banda que teve bastante significado para o metal acreano. Eles são macacos velhos no rock'n'roll e fizeram um som super competente!

Raw Ride, foto por:Laís Medeiros

E as distorções e cavalgadas não ficaram por aí, porque quem subiu aos palcos logo em seguida foi a banda Suicide Spree. O público todo continuava ali. A presença deles é sempre garantida e garantida também é a integração do público com a banda, isso é massa! A banda Suicide Spree teve vocal substituído em 2008, por que antes contávamos com a feminilidade de Desireé Galleoti e hoje, quem assume os vocais, é Fabio que ocupava o posto de vocalista da ex- banda Zacrath. Com direito a ''mais um, mais um'' a banda tocou uma música que estava fora do repertório dizendo que mereciam pois tinham ensaiado muito para o dia, os admiradores adoraram e assim foi! Destruíram tudo! \w/


Suicide Spree, foto por:Laís Medeiros

Depois do som pesado, o Grito Rock deu espaço a banda que é considerada uma das maiores surpresas da música independente a Ana e os lobos que lançou no ar um rock cheio de personalidade através dos vocais de Fernanda Ramos. O show foi composto de músicas autorais e alguns coveres como '' Quero que vá tudo pro inferno'' de Roberto Carlos e '' Like in Virgin'' de Madonna. Como toda novidade vem carregada de mais novidade a banda está prestes a lançar seu cd, recheado de músicas inéditas! Fiquem atentos e acompanhem o site da banda www.anaeoslobos.com para maiores informações! Bom demaaaaaaaaaaaais.

Ana e os Lobos, foto por: Laís Medeiros

E fechando a noite a banda de Tarauacá: Caro Jonh. Eles que sempre dão o ar da graça nos principais festivais de música de Rio branco, fecharam a noite agradecendo por estarem mais um vez por aqui. Fizeram um show enérgico, eles são alto astral e contam com um baixista que parece está possuído pela música. São poucos os músicos que conseguem essa sinceridade. Super importante a presença da banda que ajuda a disseminar a música pro interior do estado. A participação da Caro Jonh é sempre muito bem vinda e prestigiada.

Um comentário:

Metal Acreano disse...

Só para atualizar, o vocalista Fábio ex-Zacrath também saiu da banda SUICIDE SPREE no ano passado e hoje, quem está nos vocais é o Vagner.