sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Rapidinhas Catraieiras - O Respiro

Jorge Ben em tributo? Muitas bandas de Zé Pretinhos para animar a festa

Olá amiguinhos, cá estamos eu, tu, ele, nós, vós, eles e os alienígenas que não vieram. Depois de um tempo de ausência forçada pelo Varadouro 2008, - que foi lindo - e outras coisas mais, vamos ao que interessa: cultura de fora pra dentro, de dentro pra fora, sem saudades. As rapidinhas catraieiras estão voltando, para-a-a-a-a animar a festa, salve simpatia.
+
Salve Simpatia?
Falando em simpatia, vou até soltar uma aqui sem medo de ser feliz: alguém falou de uma festa catraieira com tributo a Jorge Ben? Assunto recorrente por essas plagas, já falamos por aqui sobre tributo a Tim Maia, Chico Buarque, Elis Regina e até Los Hermanos. Mas o que corre na boca pequena da bondade é que o que vai acontecer é o tributo ao Zé Pretinho, em suas mais gostosas épocas [quando ele assinava só Jorge Ben e ainda não tinha mansão em Celebration City, aquela cidade perfeita da Disney]. As articulações já começaram. E as especulações também ;-)
+
O México Pode Ser Aqui
Frida Khalo era monocelha. E era uma artista brilhante, dessas que não se contentam em cometer obras absurdamente lindas, mas que também têm uma vida lindamente absurda. Imagina, a mulher teve um casinho com o Trotsky [aquele da revolução bolchevique, que foi caçado pelo ex-amigo e doidão Stálin]. O nariz de cera é só pra dizer que tem banda nova pintando no pedaço e se chama sugestivamente Frida Khalo. Os meninos e a menina [já ouvi isso antes] estrearam na cena num dos vários pacotinhos de shows da Semana Varadouro, em setembro. E seguem ensaiando no estúdio comunitário do Catraia. Quinta-feira eu apareço lá pra conhecer a banda mais de perto [é, eu perdi o show deles. Tava trabalhando, sabe?].
+
Surrealismo Abstrato
Wagner Pinto é gaúcho e é um cara bacana. Não, ele não é bacana por ser gaúcho. Ele é bacana por ser um dos integrantes do coletivo Upgrade do Macaco e por realizar trabalhos um tanto lisérgicos, mas trocando a banalidade dos ácidos da vida, pelo contexto religioso da ayahuasca. Em 2006 fui numa exposição do Upgrade do Macaco [tá na hora da gente começar a fazer umas coisas assim por aqui, ein Kilrio?] em Porto Alegre e o Wagner estava lá, no seu jeitão esquisito, mas simpático. Troquei uma dúzia de palavras com ele sobre técnicas de pintura e desenho, mas frisei que o legal do trabalho do coletivo era ter as exposições quase que permanentes, ao ar livre, pelas ruas, becos e bueiros da cidade. Ele sorriu. Nunca mais o vi. Fiquei sabendo que o cara tá expondo pela primeira vez em São Paulo, vale a pena conferir o sítio dele.
+
Blush Azul, antes da chuva: bom som, boa luz e pingos, muitos pingos

A Cidade Se Umedece
Começou a brincadeira de pega-pega entre São Pedro, suas chuvas instantâneas e os que querem sair pra se divertir, topar com amigos e ver/ouvir boa música. Foi o que aconteceu na quinta-feira, no primeiro evento do circuito itinerante A Cidade se Diverte, uma desdobramento do Festival Chico Pop - projeto da banda Camundogs, que rolou em setembro. A catraieira Blush Azul [que mandou bem em cima do palco, vencendo a timidez e coisas do tipo], mais Capuccino Jack e Camundogs formavam a linha cultural da quinta-feira, quando, depois de míseras três gotas, um mar desabou sobre a cabeça de todo mundo, na quarta música da primeira banda. Foi uma correria pra cobrir equipamentos, retirar peças delicadas e se proteger dos pingos que pareciam tijolos. Pena, porque a coisa tava de primeira: boa atmosfera, bom som, boa luz de palco. Segundo a galera da organização, vai rolar revanche. Digno!
+
Falando Nisso
Algo acontece com a Blush Azul. Ainda que com ensaios desencontrados e um certo ar de engodo, a banda que todo mundo sabe que é das meninas e do menino, anda correndo atrás de si mesma, numa clara tentativa de se renovar. A baixista Irlinha aos poucos vai se sentindo mais a vontade entre os colegas e a sinergia entre ela e Kaline [a baterista] vem afinando, o que traz de volta os bons tempos da cozinha blush quando Giselle Lucena por ali estava. Já o guitarrista Victor e Irlla Narel [descobri estupefato que Narell não é sobrenome] são parceirinhos quase eternos no palco. A banda entra em estúdio pra gravar mais duas músicas em janeiro de 2009.
+
Nicles Meio Desplugada
A banda catraieira Nicles se apresenta na próxima terça-feira, a partir das 19 horas, a sua versão do projeto Acústico em Som Maior. A produção é assinada pelo Catraia, com supervisão de Karla Martins, Thays França e eu [é, eu ajudo também]. Os ingressos custam R$ 5, a inteira. Estudantes pagam meia-entrada, claro. Vai ser lindo. Segundo a própria Nicles, a intenção é levar ao pé da letra o nome do projeto e aumentar o som do acústico [mãozinha].
+
Catraiando Por Aí
Continua a minha incansável busca pelo novo [e o nem tão novo assim, já que a Lei de Lavoisier também se aplica a música]. Navegando por aí, de Catraia, descobri umas perolazinhas que podem fazer bem aos seus ouvidos. 2007 foi o ano do aniversário de 10 anos do álbum radioheadiano Ok Computer. E aí, o Stereogum [site gringo de música e afins], preparou uma homenagem, reunindo numa compilação, dezenas de artistas para repaginar as músicas do disquinho que foi aclamado pela crítica. O resultado você pode ouvir de graça no próprio Stereogum, aqui - os downloads estão indisponíveis. Vale a pena.
+
Monsieur Satã
Satanique Samba Trio é uma loucura [o Munha, um dos integrantes, sempre me meteu medo] instrumental cometida por um grupo de amigos brasilienses. É o experimentalismo brasileiro, enfiado num liquidificador de quinta categoria, que dá uma gororoba deliciosa para quem já tem um paladar aguçado pelas maniçobas, tacacás e sarapatéis da vida - o que não quer dizer que seja de todo indigesto para quem ainda está acostumado com biscoitinho de maizena e leitinho. O Satanique mistura uma série de influências musicais brasileiras e jazzísticas, com o frenesi dessa vidinha contemporânea que a gente leva. Daí você ouve cuícas com barulhos de telefone celular, levadinhas de choro com guitarras que reclamam distorções e por aí vai . Vale muito a pena.
+
Um Pouquinho Assim de Carimbó
De Brasíla, vamos ao Recife com o China, que nem chinês é de fato, mas que também comete delicinhas. Lembra Mombojó ou Mombojó lembra o China? Filosofem. Do China, correremos para os modernosinhos [e sugestivos] Natalie Portman's Shaved Head, que até pode ser mais uma dessas bandinhas de electro-hype, mas que pra mim soa melhor que o novo disco do CSS - que eu comecei a ouvir e nem tchum! Essa estoriazinha de hype, me fez lembrar de um episódio do Hermes e Renato satirizando as bandinhas modernosas de Sampa, bêo! Uma piada! Dá uma olhada nisso aqui:




+
Pra Frentex
Tá. Ontem foi aniversário da Veriana, que é a Coordenadora de Comunicação do Catraia, agora Representante-Titular da Câmara de Jornalismo, Sub-editora do jornal Acreando - que vai sair em novembro e proponente do projeto Cine Clube Catraia. Parabéns, Veriana. Um abraço. ;-)

7 comentários:

Victor Manfredine disse...

ééé! sim!
parabéns Veriana! =]

Thalyta França disse...

OOOlha conheço o trabalho do Wagner pinto!!!gosto das linhas,linhas e linhas que ele usa nos desenhos.Tem mais no flickr dele, conheci o trabalho por lá ->http://www.flickr.com/photo/wagnerpinto
massa demais!
=)

Handreh disse...

Realização das bandas Camundogs, Capuccino Jack e Marlton juntamente com Alexandre Nunes, Tácio "Papyto" Júnior e Adaildo Neto.
Vlw!
o/

Jeronymo Artur disse...

De volta às rapidinhas! x)
É isso aí!

Palafita disse...

É sempre bom vir aqui e dar uma olhada no que tá rolando no nosso parente do Norte. VAmos fortalecer o nosso link.

Helder Júnior disse...

É como um amigo me disse numa conversa sobre o tributo ao Jorge Ben. "É perigoso..."

Independência ou Marte!!! disse...

Bueno demais...gostei mto da forma das rapidinhas e das matérias mmo...
E, Hermes e Renato definitivamente são os caras, antenados em tudo e estampam o óbvio da maneira mais engraçada possível...belo achado o video!!!
Doido que cada um comentou sobre um dos tópicos...e acho q isso naturalmente eh fluxo da diversidade das coisas que tu colocou na roda...
vou tentar me manter conectado a partir de agora...
bjos e abrazos

Jovem
www.independenciaoumarte.blogspot.com